Novas picapes intermediárias estão a caminho do Brasil

Maverick, Santa Cruz e Tarok fazem parte da onda de produtos que serão lançados no País; GM também quer fatia do segmento de picapes intermediárias

| JORNAL O CARRO


Fiat Toro é a líder do segmento de picapes intermediárias, mas reinado pode ser comprometido com a chegada de noavs concorrentes / Crédito: Diogo de Oliveira/Jornal do Carro
publicidade

O sucesso estrondoso do mercado de SUVs invadiu várias partes do mundo. É a categoria que mais cresce em vendas atualmente. Mas outro segmento promete render bons frutos às fabricantes de veículos em breve. Ou seja, o de picapes intermediárias. Trata-se de modelos maiores que as compactas e menores que as médias.

Recentemente, a Fiat, que nada de braçada no segmento, renovou a Toro. Além de atualizações no visual, as picapes ganharam mais equipamentos e motor inédito, de 1,3 litro e 185 cv de potência. Com isso, deve conquistar ainda mais compradores.

Seja como for, em abril a Fiat Toro foi o quarto modelo mais emplacado do Brasil. Ou seja, no ranking geral de vendas de automóveis e comerciais leves. Assim, teve 6.682 emplacamentos. Segundo a Fenabrave, federação que reúne as associações de concessionários do País.

No entanto, se depender da turma de picapes que vem aí, a Toro vai ter muito trabalho em breve. Por ora, há a Renault Oroch, que nunca conseguiu ameaçar a picape da Fiat. Assim, no mês passado somou apenas 967 vendas. Enfim, marcas como Ford e Hyundai vão entrar nessa briga em breve.

E também a Volkswagen. Nesse sentido, a marca pode descongelar o projeto da Tarok. Seja como for, a Ford Maverick, baseada no SUV Bronco, está pronta. Bem como a Hyundai Santa Cruz. O modelo da marca sul-coreana deve ser lançada nos Estados Unidos ainda neste ano.

Além delas, a General Motors também terá um modelo no segmento. Nesse sentido, a GM anunciou nesta segunda-feira (10) que vai fazer um novo carro no Brasil. E, embora a empresa não tenha revelado detalhes, o carro, que sairá feito em São Caetano do Sul, no ABC paulista, será a sucessora da Montana.

Segundo a GM, a reformulação da fábrica começa nos próximos dias. Aliás, de acordo com a empresa, o novo carro vai utilizar a plataforma modular GEM. Ou seja, a mesma base da linha Onix (hatch e sedã) e Tracker.

Do SUV, inclusive, virá boa parte das características da nova picape. Ou seja, itens de acabamento e motores flexíveis com turbo, por exemplo. Bem como alguns detalhes visuais, como a dianteira.

As picapes intermediárias têm porte parecido com a das médias de alguns anos atrás. Nesse sentido, modelos como Chevrolet S10 e Nissan Frontier, por exemplo. Ou seja, tinham cerca de 4,80 metros de comprimento e 17 m de altura. Porém, com o tempo elas foram “crescendo”. Assim, isso abriu espaço para o novo segmento.

É o caso do trio Ford Maverick, Hyundai Santa Cruz e Volkswagen Tarok. A Santa Cruz, inclusive, já foi apresentada pela Hyundai. Com a mesma base do SUV Tucson, será vendida nos EUA com motor 2.5 de 190 cv e câmbio automático de oito marchas.

Além disso, haverá um 2.5 turbo de 275 cv. Nesse caso, a transmissão será automatizada de duas embreagens e oito marchas. Em seguida, o modelo será lançado em outros mercados. E pode chegar ao Brasil em 2022. Porém, não há nada oficial. Mas aqui o modelo poderia usar a base do Creta ou mesmo do Tucson.

Enquanto a Ford tentava manter segredo sobre as formas da Maverick, até que a picape foi flagrada durante a gravação de um comercial), a Volkswagen fez alarde com a Tarok. Ou seja, o modelo foi apresentado em forma de protótipo durante o Salão do Automóvel de São Paulo, em 2018.

Porém, suas linhas mostravam que se trata de um carro praticamente pronto para entrar em produção em série. Além disso, a picape utiliza a plataforma modular MQB. Ou seja, a mesma de Polo, Nivus, T-Cross, Tiguan e companhia. Dessa forma, é possível que o modelo chegue ao País também em meados de 2022.

Cabe lembrar, por fim, que a Ford Maverick virá do México. Assim, deve estrear entre fim deste ano e começo de 2022. Sua construção é do tipo monobloco. Ou seja, igual à da Toro. Seja como for, ainda não há informações sobre motor e câmbio, por exemplo. Assim, o modelo poderá vir com ou 1.5 turbo e mesmo o 2.0 turbo que está no SUV Bronco, no qual a picape é baseada. Atualizada às 16h18

Veja vídeos de testes de carros e motos, lançamentos, panoramas, análises, entrevistas e o que acontece no mundo automotivo em outros países!



Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do portal Itaporã news (67) 996418820

Curta nossa Fan Page e fique por dentro de tudo que acontece em Itaporã, Região, Brasil e Mundo!

Clique aqui e receba notícias do Itaporã News no seu WhatsApp!

 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE