‘Agricultura não é uma indústria de carros; é preciso plantar e cumprir contratos’

Segundo o comentarista do Canal Rural Miguel Daoud, o plantio da soja sem a umidade no solo adequada é arriscada, mas necessárias para alguns

| CANAL RURAL/POR CANAL RURAL


publicidade

Apesar do pontapé da safra de soja em algumas regiões do país, mesmo sem muita chuva, o produtor precisa é cobrado para estar atento e não se precipitar, comprometendo a produtividade. Mas, segundo o comentaria do Canal Rural Miguel Daoud, as vezes as escolha de plantar não está na mão do produtor, pois existem variáveis que o forçam a isso.

Conversei com muitos produtores de soja pelo país, inclusive o presidente da Aprosoja-MT, Antônio Galvan, que já iniciou o plantio. Segundo ele ao ser indagado sobre os riscos de se plantar antes de o solo ter a umidade necessário, a resposta foi que ele sabe, mas que é preciso arriscar.

Segundo Daoud, todos sabem que a aflição entre os agricultores é crescente. Muitos estão preocupados com a janela da segunda safra e também com questões de comercialização.

“Mesmo usando uma semente precoce a janela vai se espremendo e essa é uma questão complexa para o produtor rural. A agricultura não é uma fábrica de carros qualquer, onde se para de produzir a qualquer momento. Ali é preciso produzir, até para honrar os contratos já firmados. É preciso plantar para cumprir contratos', diz Daoud.



SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR! COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS!

Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do portal Itaporã news (67) 996418820

Curta nossa Fan Page e fique por dentro de tudo que acontece em Itaporã, Região, Brasil e Mundo!

Clique aqui e receba notícias do Itaporã News no seu WhatsApp!

Siga o Itaporã News no Youtube!

 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE