Carne de frango: Brasil e EUA perdem espaço nas exportações mundiais

Na última década, a participação dos dois países no mercado global da proteína passou de 73,5% para 61%

| CANAL RURAL/POR CANAL RURAL


publicidade

No balanço da década, Brasil e Estados Unidos perderam espaço nas exportações mundiais de carne de frango. Em 2010, os dois países respondiam por 73,5% de proteína. Em 2020, a participação nas vendas externas do produto caiu para 61%.

Segundo o analista das Safras & Mercado Fernando Iglesias, apesar da queda nas exportações, Brasil e Estados Unidos mantêm o protagonismo no mercado. “Houve avanço de exportadores não tradicionais, como a Tailândia, o que gera uma grande mudança. Mas de qualquer forma, continuamos uma grande potência, o Brasil exporta mais de 4 milhões de toneladas de frango por ano', afirma.

Diferentes de outros setores, a avicultura tem mercados mais distribuídos pelo mundo, o que é positivo para os produtores. “A China continua com a nossa preferência de mercado, mas também exportamos bastante para o Oriente Médio e para o Japão', relata.



Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do portal Itaporã news (67) 996418820

Curta nossa página: https://www.facebook.com

Clique e receba notícias do Itaporã News no seu WhatsApp!


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE