BNDES fecha seis linhas de investimento sem previsão de reabertura nesta safra

Com recursos equalizados praticamente esgotados, produtor rural precisará encontrar outros fundos de financiamento e ficar atento às condições estabelecidas

| CANAL RURAL/POR PAOLA CUENCA, DE BRASíLIA


publicidade

As linhas de investimento Inovagro, Moderagro, Moderfrota, Prodecoop, PCA e Pronaf Investimento foram suspensas pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) na última semana e não têm previsão de serem reabertas até o final do Plano Safra 2020/21. De acordo com o chefe do departamento de Operações e Canais Digitais do banco, Thiago Peroba, as linhas estão quase esgotadas, com 2% a 4% do montante inicial repassado pelo Ministério da Agricultura.

“Pode ser que seja reaberto um saldo ao final da safra, mas há mais chances de que não abra. A condição para essa abertura é termos a informação de que houve operações aprovadas pelo BNDES, por pedidos de produtores feitos em instituições financeiras, mas que não foram contratadas de fato. Nessa situação, o valor comprometido pra operação retorna ao saldo e haveria mais crédito disponível”, explica Peroba.

Outras linhas de investimento que foram reabertas no último dia 4 também estão com os dias contados, segundo o porta-voz do BNDES. Por também estarem com recursos escassos, a previsão é de que, ainda em janeiro, as linhas Moderinfra, ABC, Pronamp Investimento, Pronaf Caminhonetes e Pronaf Tratores e Colheitadeiras venham a sofrer uma nova – e possível- última suspensão.

“É importante destacar que a linha ProcapAgro Giro ainda foi pouco utilizada. A linha disponível pra cooperativas ainda conta com mais de 1 bilhão de reais. É preciso aproveitar estes recursos”, orienta Peroba.

Os recursos operados pelo BNDES nas linhas de investimento são equalizados. Ou seja, são recursos oficiais que contam com aporte do Tesouro Nacional para controlar taxas de juros. O fechamento de novos pedidos de financiamento destas linhas por esgotamento de capital significa que o produtor rural não conseguirá mais empréstimos com as condições oferecidas pelo governo federal.

Sem crédito oficial, é preciso buscar novas fontes de recursos. No caso de aquisição de maquinários, por exemplo, o próprio BNDES possui uma linha com capital próprio chamada de BNDES Finame. Porém, as taxas de juros e condições de pagamento são diferentes das oferecidas pelo Moderfrota. Antes de fechar contrato, o produtor precisa estar atento.



Você está navegando pelo site Itaporã News, e o seu cliente também. Anuncie no site. Quem não é visto não é lembrado! Há 13 anos contando a nossa historia.
Contato comercial (67) 9 9679-1046.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE