Acusação de crimes cibernético e estupro contra Neymar é encerrada

O atleta estava sendo investigado por postar imagens íntimas e mensagens da acusadora sem a autorização de Najila Trindade

| TOP MíDIA NEWS/DANY NASCIMENTO


Crédito: Reprodução/Redes Sociais
publicidade

O caso de violação cibernética, com acusação de estupro contra Najila Trindade, em 2019, envolvendo o jogador Neymar foi encerrado. O juiz responsável pelo caso foi Marcel Laguna Duque Estrada.

Segundo o G1, além das alegações de estupro de Najila, Neymar ainda estava envolvido em violações de crimes cibernéticos por divulgar fotos íntimas da jovem mas, em ambos os casos, a investigação não resultou em nenhuma acusação contra ele. A acusação de estupro já havia sido encerrada em 2019.

O atleta estava sendo investigado pela divisão de crimes cibernéticos da Polícia do Estado do Rio por postar imagens íntimas e mensagens da acusadora sem a autorização dela, em uma possível violação de sua privacidade online.

Neymar disse na época que as imagens foram postadas por sua equipe.

'Estou sendo acusado de estupro. É, é uma palavra pesada, uma coisa muito forte, mas é o que está acontecendo no momento. Fui pego de surpresa. Foi muito ruim e triste escutar isso. Quem me conhece sabe do meu caráter e da minha índole sabe que jamais faria uma coisa desse tipo', lamentou o jogador na época.

 .



SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR! COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS!

Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do portal Itaporã news (67) 996418820

Curta nossa Fan Page e fique por dentro de tudo que acontece em Itaporã, Região, Brasil e Mundo!

Clique aqui e receba notícias do Itaporã News no seu WhatsApp!

Siga o Itaporã News no Youtube!

 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE