Ducati revela o modelo esportivo híbrido MotoE V21L da linha 2023

Modelo conta com motor a combustão auxiliado por outro elétrico e pode atingir 275 km/h

| ÚLTIMO SEGUNDO / FERNANDO GARCIA FERNANDO GARCIA JORNALISTA ESPECIALIZADO NO MERCADO AUTOMOBILíSTICO COM MAIS DE 20 ANOS DE EXPERIêNCIA. APAIXONADO POR MOTORES, Já COLABOROU COM OS PRINCIPAIS VEíCULOS ESPECIALIZADOS DA MíDIA NACIONAL, INCLUINDO, ALéM


- Divulgação Ducati MotoE V21L 2023 vem com pintura da carenagem que remete à nova era da mobilidade
publicidade

A Ducati apresenta sua a nova MotoE V21L 2023, em um evento restrito e exclusivo à integrantes da marca italiana e uma pequena parcela da imprensa local na cidade de Modena (Itália).

O novo modelo da  Ducati  conta com pintura um pouco diferente e mais refinada. Os gráficos de linha vermelha contra preto fosco/cinza escuro evocam a nova era da eletricidade.

Esta versão pesa em torno 225 kg e grande parte desse peso vem da bateria de 110 kg , que é uma unidade de 18 kWh especialmente projetada para caber nesta moto e se conectar diretamente ao braço oscilante.

O modelo também é equipado com motor a combustão , de 150 cv e 14,24 kgfm de torque. Já a velocidade máxima alcançada até agora é de 275 km/h, registrada em Mugello.

 Outros componentes importantes incluem um garfo pressurizado Öhlins NPX 25/30 com tubos invertidos de 43 mm, que é derivado do Superleggera V4. Há também um amortecedor traseiro Öhlins TTX36 totalmente ajustável, bem como um amortecedor de direção .   Os freios Brembo são especialmente projetados que otimizam o resfriamento também são parte integrante deste projeto.

A Ducati está particularmente orgulhosa de seu sistema de refrigeração, que diz envolver um circuito duplo de refrigeração líquida para atender às necessidades de refrigeração tanto da bateria quanto do motor e do inversor.

Ducati enthüllt neues MotoE Bike für 2023 offiziell https://t.co/r3CleM73OF

Como resultado, a marca italiana diz que não há necessidade de esperar antes de carregar quando a moto chegar quente da pista. Ela pode ser conectado diretamente e atingir 80% de uma carga completa em apenas 45 minutos.

Além disso, o que a marca está aprendendo para o projeto MotoE está voltado para o futuro desenvolvimento de motos de produção. O diretor de P&D da Ducati , Vincenzo De Silvio, deixou isso muito claro em sua declaração sobre este projeto.

'Para a Ducati, ter a oportunidade de se tornar fornecedor da FIM MotoE World Cup não é apenas um empreendimento tecnologicamente excitante, mas também a melhor maneira de interpretar os desafios do novo milênio. A competição de corrida representa o terreno ideal para desenvolver inovações tecnologias que serão transferidas para motocicletas de produção', comentou o executivo.



SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR! COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS!

Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do portal Itaporã News! 

Curta nossa Fan Page e fique por dentro de tudo que acontece em Itaporã, Região, Brasil e Mundo!

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real

Siga o Itaporã News no Youtube!

 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE