Amigos se mobilizam para ajudar custear tratamento de quem sempre ajudou a todos

Uma vida de dedicação a fazer o bem. Assim pode ser definida a trajetória de Paulo Amaro Ferreira, um morador de Itaporã

| FATIMA NEWS / ELIAS FERREIRA / LUPA NEWS


Paulo Amaro Ferreira
publicidade

Uma vida de dedicação a fazer o bem. Assim pode ser definida a trajetória de Paulo Amaro Ferreira, um morador de Itaporã, pequena cidade do MS próxima a Dourados.Sua vida foi a ajudar, participando de promoções e ações humanitárias para socorrer quem mais precisava de sua colaboração como ser humano. Agora ele está enfermo e quem sempre ajudou necessita do apoio de todos para seu tratamento. E uma pequena legião já entrou em campo para retribuir tudo que ele já fez para os outros.

Dificilmente quem conhece esquece dessa figura de pessoa. Popularmente conhecido como FiDiPreto, apelido criado por ele mesmo, é um ser humano de uma bondade extrema e muito famoso pelo que faz pela sociedade, seja como Bombeiro (agora aposentado), como serviços gerais e, principalmente, sendo um cozinheiro “de mão cheia” que já fez a alegria de muitos paladares, como seu pirão e puchero ou outras delícias que faz muito bem.

Paulo “Fidipreto”, voluntário do bem: Amigos mobilizados para ajudar seu tratamento

Já cozinhou em incontáveis eventos beneficentes: festas de igreja, casamentos e também coordenou várias vezes as cozinhas em acampamentos da comunidade Padre Pio de Dourados. Ao todo são mais de 30 anos colaborando como pode, sem medir esforços. Seriam necessários horas ou um livro para mensurar quem é ele e como é muito amado pelos amigos e familiares.

Dessa maneira podemos entender tamanha comoção e repercussão com em ajudá-lo, após ele sofrer um acidente de trabalho no último dia 24 de novembro. Mesmo sendo aposentado, como a maioria dos brasileiros ele também precisa complementar a renda de outras maneiras. Assim ele o faz, no calor com cortes de árvore e grama e no inverno com venda de caldos.

Mas após o acidente todos esses trabalhos foram suspensos e não tem previsão de retornar, já que teve uma fratura em uma das vértebras que exige o uso de colar cervical por 30 dias, a princípio. Também quebrou a clavícula direita e precisa de cirurgia e só poderá ser feita após a liberação do médico que está cuidando da cervical.

Ainda os joelhos, por conta do impacto, precisam de tratamento imediato diante das dores e inchaço. Mesmo com plano de saúde, alguns procedimentos e exames tem um custo elevado.

LIVE PARA AJUDAR

Sem ter um extra para essa eventualidade, sua sobrinha Ana Rebeque aproveitando o conhecimento que tem e demonstrando o amor que sente pelo tio, está organizando uma live para ajudar a custear os tratamentos e exames. O evento já tem o envolvimento, comprometimento e participação da cantora Ana Caroline e da dupla Kléber e Rodolfo e será levada ao ar no dia 27 de dezembro, a partir das 18h pelo canal no Youtube do Diário Itaporã.

Lembrando que se houver doações de alimentos serão direcionadas aos Vicentinos de Itaporã, para que repassem aos necessitados. Mais informações sobre como ajudar e também participar do movimento humanitário pelo telefone 67 – 9 9667-6810, com Ana Rebeque. (Redação com Ana Caroline, de Itaporã, e Marcos Paulo, de Jateí)

 



SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR! COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS!

Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do portal Itaporã News! 

Curta nossa Fan Page e fique por dentro de tudo que acontece em Itaporã, Região, Brasil e Mundo!

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real

Siga o Itaporã News no Youtube!