Presídio de Amambai amplia sistema de câmeras e garante reforço na segurança 24 horas por dia

| GOVMS / KEILA TEREZINHA RODRIGUES OLIVEIRA


publicidade

Com mais 16 câmeras que acabam de ser instaladas, o Estabelecimento Penal de Amambai (EPAm) agora tem cobertura interna e externa de praticamente todo o presídio, garantindo ainda mais segurança para o local, além de auxiliar consideravelmente o trabalho dos policiais penais.

Ao todo, hoje são 77 câmeras conectadas ao posto de vigilância, que funciona 24 horas por dia na unidade prisional, além da possibilidade de acesso remoto por pessoas autorizadas e capacidade de armazenamento de dados por cerca de 10 dias, dependendo da movimentação da rotina. Com isso, é possível acompanhar em tempo real e até mesmo após as gravações tudo o que acontece no local.

“Como o sistema funciona via transmissão por internet, é possível liberar acesso à gerência de inteligência, à direção da Agepen, Ministério Público, Judiciário, ou quem s se fizer necessário, proporcionando maior transparência aos trabalhos', comenta o diretor do EPam, Alexandre Ferreira de Souza.

A iniciativa integra parceria da Agência Estadual de Administração do sistema Penitenciário (Agepen), por meio da direção do presídio, e o Conselho da Comunidade de Amambai, e conta com o apoio do Poder Judiciário, Ministério Público e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Para a ampliação no sistema de vigilância, foram investidos R$ 14.580.

O diretor da unidade reforça o apoio das autoridades locais para as ações desenvolvidas, como o juiz corregedor, Daniel Raimundo da Mata; a promotora de justiça Nara Mendes dos Santos Fernandes e o presidente do Conselho da Comunidade, Valdir José Luiz, que também preside a seccional da OAB na cidade. “Graças a esses importantes apoios, temos conseguido garantir melhores condições de uma forma geral', agradece Alexandre.

Além das câmeras, outra melhoria possibilitada recentemente graças à parceria foi a reposição de uniformes aos custodiados, com investimento de cerca de R$ 10 mil, com apoio do conselho.

Uma sala de advogados também está sendo construída no presídio, contemplando três repartições para atendimentos simultâneos, o que agilizará o trabalho dos profissionais. O local está sendo equipado com vidros de separação e sistema de sonorização, além da instalação de câmeras de vigilância. “Agora, a OAB local está em contato com a estadual para oferecimento de ar condicionado e mobília', informa o dirigente, reforçando que o local também poderá ser utilizado por oficiais de justiça.

O exemplo de Amambai é bastante positivo, segundo o diretor-presidente Agepen, Aud de Oliveira Chaves, já que o uso da tecnologia tem se demonstrado muito útil para reforçar a segurança nas unidades prisionais. 'O videomonitoramento, por exemplo, torna mais rápida qualquer ação necessária, tanto para contenção de possíveis tentativas de fuga, quanto para repressão de ataques externos, ou mesmo para interceptar arremessos de ilícitos', pontua.

O diretor-presidente também reforça a importância de parcerias para o aperfeiçoamento do sistema prisional. “Juntos, com certeza, somos mais fortes e eficazes, pois, graças a esses apoios, temos conseguido levar tratamento penal mais humanizado aos custodiados e melhores condições de segurança para as unidades e de trabalho para os nossos policiais penais, o que melhora na prestação de serviço para a sociedade como um todo', finaliza.



SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR! COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS!

Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do portal Itaporã News! 

Curta nossa Fan Page e fique por dentro de tudo que acontece em Itaporã, Região, Brasil e Mundo!

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real

Siga o Itaporã News no Youtube!

 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE