Jejum de vitórias e gols: como o América-MG chega para enfrentar o Botafogo

Próximo jogo do Botafogo será pelas oitavas de final da Copa do Brasil; Coelho chega sem balançar as redes há cinco partidas

| LANCE! / SERGIO SANTANA


Time do América-MG (Foto: Mourão Panda / América)
publicidade

O Botafogo vira a chave para a Copa do Brasil. O Alvinegro inicia a caminhada nas oitavas de final às 19h desta quinta-feira contra o América-MG, no Independência. A equipe comandada por Luís Castro chega de derrota sofrida sobre o Fluminense.

+ Felipe Ferreira encaminha saída do Botafogo e fica fora da estreia do time sub-23 O momento vivido pelo Coelho, contudo, passa longe de ser bom. O time de Vágner Mancini não vence há cinco partidas. Pior ainda: a equipe não sabe o que é balançar as redes há mais de 500 minutos. - O momento do América não é bom. São cinco jogos sem vencer e sem marcar. É um jogo complicado... Muitos entendem que o time tem que priorizar até mesmo o Brasileiro e não se preocupar com a Copa do Brasil. Se der para vencer, ok, mas se não der, sem problema nenhum. O pensamento é esse porque no domingo o time enfrenta o Goiás (pelo Brasileirão), um confronto direto. Na última rodada o Goiás jogou o América para a zona de rebaixamento - explicou Adilson Martins, setorista do América na 'Rádio Itatiaia', ao LANCE!. O Coelho, por vezes, se adapta ao que o adversário oferece, mas a equipe comandada por Vágner Mancini tem uma característica que geralmente vem à tona nos jogos: aparecer no campo ofensivo e roubar a bola do adversário. + América-MG x Botafogo: prováveis times, desfalques e onde assistir ao duelo pelas oitavas da Copa do Brasil - O estilo de jogo varia de acordo com o adversário. Tem vezes que ele (Mancini) pressiona muito alto, por vezes atua com linhas baixas. Na maioria das vezes é com a linha mais alta. Contra o Corinthians na Arena foi assim e jogaram bem. Vai depender muito do que ele estará pensando e as peças em campo - analisou o jornalista.

MEXIDAS À VISTA? ​O cenário negativo prevê possíveis mudanças no time do América. Ainda mais com desfalques, o treinador estuda mexer na escalação para enfrentar o Botafogo. - Depois da derrota para o Flamengo, o Vágner Mancini disse que faria mudanças e elas devem começar já amanhã. No gol, a disputa entre Jailson e Cavichioli só vai ser respondida uma hora antes do jogo. Na defesa, Maidana e Conti estão fora. O meio-campo, que é um setor que ele não gosta de mexer, pode ser reforçado. A equipe chega muito pressionada - colocou Adilson.

Se nada mudar, a velocidade é a base do jogo ofensivo do América, que também gosta de explorar a bola direta. Não à toa, o time atua com um centroavante de ofício. - Pedrinho pode ser um jogador que vá começar jogando, ele tem uma habilidade muito grande. Aloísio 'Boi Bandido' também pode iniciar, mas Wellington Paulista também está na briga. O Botafogo tem que ficar preocupado com a velocidade caso o Pedrinho esteja em campo, porque aí ele vai acompanhar o Everaldo e serão dois velocistas, um em cada lado - finalizou.



SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR! COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS!

Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do portal Itaporã News! 

Curta nossa Fan Page e fique por dentro de tudo que acontece em Itaporã, Região, Brasil e Mundo!

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real

Siga o Itaporã News no Youtube!

 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE