“Vamos combater o racismo com coragem e firmeza', diz douradense eleita em SP

| O PROGRESSO


Crédito: Divulgação
publicidade

Eleita prefeita de Bauru, maior cidade do Centro-Oeste de São Paulo, a jornalista Suéllen Rosin (Patriota) tem travado uma batalha contra o racismo. Os ataques começaram ainda no primeiro turno das eleições e se intensificaram no segundo. Com a vitória nas urnas veio ameaça de morte. “Vamos combater o racismo com coragem, com firmeza”, afirmou pelo Instagram, confortando a todos que está tudo bem.

Natural de Dourados, Suéllen é jovem, negra e se mudou com a família para o interior paulista há duas décadas. Está com 32 anos e se desponta como liderança política. Com postura considerada conservadora, é evangélica, palestrante e faz trabalhos com publicidade. Ela ainda tem uma dupla com a irmã, Taynara.

A infância da douradense foi no Jardim Água Boa, bairro onde ainda reside avó paterna, tios, primos. Estudou na escola estadual Antônia da Silveira Capilé e mantém contato com as pessoas da cidade natal. A última vinda a Dourados ocorreu no início deste ano. 

As ofensas foram postadas no Facebook e distribuídas em grupos do Whatsapp. “Bauru não merecia ter essa prefeita de cor com cara de favelada comandando a nossa cidade. A senzala estará no poder nos próximos quatro anos”, diz uma das mensagens postada por usuários da rede social no perfil da prefeita eleita. 

Em outro trecho das mensagens divulgadas nas redes sociais com conteúdo ofensivo, o agressor diz que “não podemos eleger aquela mulher com cara de favelada para ser nossa prefeita. Essa gentinha irá afundar Bauru”.

As mensagens de racismo continuaram após Suéllen sagrar-se a primeira mulher prefeita de Bauru. No primeiro turno das eleições ela foi a mais votada entre os 12 candidatos que disputaram, recebendo 57.844 votos, o que representou 36,12%. Com essa atuação, foi ao segundo turno na disputa com o segundo colocado, Dr Raul (DEM), que ficou com 53.299 votos (33,28%) na votação de 15 de novembro. Já no segundo turno, Suéllen foi eleita prefeita de Bauru com 55,98% dos votos (89.725), mais de 19 mil à frente do Dr Raul, com 44,02% (70.558 votos). 

Na segunda-feira após as eleições, Suéllen foi à delegacia de polícia acompanhada da família para prestar ocorrência policial. “Jamais me silenciarei diante de algo tão sério. É inadmissível! Tomei as medidas judiciais necessárias”, disse a prefeita eleita em postagem no Twitter. No entanto, um dia depois teve que retornar para nova ocorrência. 

Desta vez, a nova mensagem, de um homem, a ofende de ‘macaca’ e alega que vai comprar uma pistola no Rio de Janeiro para matá-la na casa. A ameaça foi enviada para o e-mail pessoal da prefeita eleita, sendo anexada ao primeiro boletim de ocorrência. O caso será investigado pela Polícia Civil como injúria racial, a princípio.

Um dos suspeitos já foi identificado. Trata-se de um homem de 37 anos também negro. Ele foi ouvido e liberado.

Quem é Suéllen

Suéllen formou-se em jornalismo pela Unitoledo. É solteira e não tem filhos. Em sua carreira profissional como jornalista, foi repórter e apresentadora dos telejornais da TV TEM em Bauru, afiliada da Rede Globo. Após deixar a empresa, ingressou na carreira política em 2018, quando disputou como candidata a deputada estadual pelo Patriota, conquistando pouco mais de 30 mil votos e garantindo a posição de primeira suplente do partido na Assembleia Legislativa de São Paulo. Atualmente, Suéllen é palestrante e faz trabalhos com publicidade, além de ser cantora gospel. É também coordenadora do seu partido em 25 municípios da região e presidente estadual do Patriota Mulher SP.



SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR! COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS!

Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do portal Itaporã News! 

Curta nossa Fan Page e fique por dentro de tudo que acontece em Itaporã, Região, Brasil e Mundo!

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real

Siga o Itaporã News no Youtube!