Ministério detecta presença de insetos vivos em carga de arroz importado

Os insetos encontrados na carga de arroz vinda da Guiana não oferecem perigo à agricultura brasileira, diz o Mapa

| CANAL RURAL/POR CANAL RURAL


publicidade

Foto: SCPar Porto de Imbituba/divulgação

Dois navios com uma carga de quase 20 mil toneladas de arroz em casca importado da Guiana foram retidos no porto de Imbituba (SC), após a Vigilância do Trânsito Agropecuário Internacional (Vigiagro), do Ministério da Agricultura detectar a presença de insetos vivos nas duas embarcações.

Em nota, o ministério informou que os insetos encontrados na carga são de caráter não quarentenário, ou seja, a presença deles na carga não oferece perigo à agricultura brasileira. Ainda segundo o Mapa para manter a qualidade do produto, a carga passou pelo procedimento de expurgo para fins de eliminação dos insetos.

A aplicação de defensivo agrícola para eliminar os insetos, é necessário cumprir o tempo de carência de 10 dias da aplicação recomendado pelo fabricante. Após esse período, a carga será liberada para beneficiamento, pois se trata de arroz em casca para ser colocado à venda no mercado.

O procedimento de eliminação dos insetos foi feito no primeiro navio vindo da Guiana, que chegou ao porto de Imbituba no último dia 14 de novembro. Para o segundo navio, que atracou na última quarta, 18, o ministério coletou amostras dos insetos, que foram enviadas para análises laboratoriais. O Mapa diz que se forem considerados não quarentenários, a carga, após o tempo de carência da aplicação do defensivo agrícola, poderá ser liberada.


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR! COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS!

Siga e curta o Itapora news no Facebook 

Entre em contato com o Itaporã News 

Para falar com a equipe do Itaporã News, encaminhar fotos, denúncias e sugestões, entre em contato pelo WhatsApp (67) 9  9641 8820.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE