“Operação Decibéis” investiga fraude na contratação de empresas de som

Cinco mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos em Dourados

| HELIO DE FREITAS, DE DOURADOS / CAMPO GRANDE NEWS


Viatura do Gaeco em frente ao Edifício Santa Aparecida, em Dourados (Foto: Adilson Domingos)
publicidade

Os mandados de busca e apreensão que estão sendo cumpridos nesta quarta-feira (30) em Dourados, a 233 km de Campo Grande, fazem parte da “Operação Decibéis', deflagrada pelo Ministério Público de Mato Grosso do Sul.

Com apoio do Gaeco (Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado), equipes da 16ª Promotoria de Justiça de Dourados investigam mais um esquema de fraude em licitações envolvendo a prefeitura da segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul.

É a oitava operação deflagrada em pouco mais de três anos e meio de mandato da atual prefeita Délia Razuk (sem partido).

Cinco mandados expedidos pela 2ª Vara Criminal estão sendo cumpridos hoje. Um dos endereços é o Edifício Santa Aparecida, localizado no cruzamento das ruas Camilo Hermelindo da Silva e João Vicente Ferreira, no Centro.

Os alvos da investigação comandada pelo promotor Ricardo Rotunno, titular da 16ª Promotoria, são empresas e particulares, investigados por crimes contra a lei de licitações, ordem econômica e organização criminosa.

Os investigados são suspeitos de supostas fraudes “advindas da relação de parentesco e proximidade entre os envolvidos', que participavam juntos de certames licitatórios para contrato com o poder público municipal.

Segundo o MP, o nome da operação faz alusão às atividades principais das empresas investigadas, atuantes no ramo de sonorização.



SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR! COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS!

Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do portal Itaporã news (67) 996418820

Curta nossa Fan Page e fique por dentro de tudo que acontece em Itaporã, Região, Brasil e Mundo!

Clique aqui e receba notícias do Itaporã News no seu WhatsApp!

Siga o Itaporã News no Youtube!

 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE