Escoamento da safra por trens ganha espaço em MT

Em todo o país, a malha ferroviária chega a 29 mil km e, no ano passado, só de soja, foram transportadas 28,7 milhões de toneladas.

| G1 / GLOBO RURAL


publicidade

Mato Grosso é o maior produtor de grãos do país e, para esta safra, a colheita prevista é de 75 milhões de toneladas. Para dar conta de transportar tanto volume, seja para exportação ou mercado interno, os caminhões são maioria, mas os trens também começam a ganhar espaço.

O transporte ferroviário está se tornando cada vez mais importante no estado. Em um terminal de Rondonópolis passa cerca de 50% do total de grãos que sai de Mato Grosso com destino a outros países. A linha leva os grãos diretamente para o porto de Santos, em São Paulo.

Em todo o país, a malha ferroviária chega a 29 mil km e, no ano passado, só de soja, foram transportadas 28,7 milhões de toneladas. A administração toda é feita pela iniciativa privada, em conjunto com a Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT).

Pela previsão da ANTT, o setor deverá crescer bastante nos próximos anos, especialmente para facilitar o escoamento da safra de grãos do Centro-Oeste aos principais portos do país, um gasto que deve chegar a R$ 77 bilhões.



SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR! COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS!

Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do portal Itaporã News! 

Curta nossa Fan Page e fique por dentro de tudo que acontece em Itaporã, Região, Brasil e Mundo!

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real

Siga o Itaporã News no Youtube!