Conheça os cinco carros mais antigos ainda feitos no Brasil

Recordista atual está prestes a completar duas décadas de mercado na mesma geração

| ICARROS


publicidade

Durante muitos anos, o mercado brasileiro foi conhecido por oferecer carros que já estavam bastante defasados em relação aos modelos que eram vendidos nos países mais desenvolvidos.

Leia mais: + Porsche Taycan turbo S: elétrico de tirar o fôlego + Pandemia freia ritmo de implantação das placas Mercosul + Como funcionará a nova Zona Azul em SP

Mas nos últimos dez anos, com o fim de veteranos como o Volkswagen Kombi e o Fiat Uno de primeira geração — motivada principalmente pelas mudanças na legislação que obrigaram a adoção de novos equipamentos de segurança — essa defasagem diminuiu de maneira considerável.

Isso não quer dizer que deixamos ter ter alguns modelos com uma década ou até mais de presença no mercado. Atualmente, o recorde pertence ao Fiat Doblò, cuja primeira geração é produzida no Brasil desde 2001.

Confira abaixo esse e outros modelos veteranos produzidos no País. Consideramos na lista os carros que, mesmo tendo passado por reestilizações, conservam a mesma carroceria básica desde o lançamento.

1 - Fiat Doblò (2001) 

Lançado na Europa em 2000, o modelo chegou logo no ano seguinte ao mercado brasileiro, onde além das versões convencionais de carga e passageiros chegou até a ser vendido na versão Adventure, de apelo aventureiro.

Mas o carro feito na fábrica de Betim (MG) estacionou no tempo. Em 2009, ganhou uma reestilização visual que trouxe as linhas adotadas em 2005 na Europa. Foi a última grande mudança no modelo, que segue sendo produzida mesmo com a segunda geração já tendo completado uma década no mercado europeu.

2 - Volkswagen Fox (2003)

Surgido inicialmente para substituir o Gol, o Fox soube resistir muito bem à passagem do tempo, tendo incorporado em todos esses anos novos motores e reestilizações visuais externas e na cabine. Atualmente, é um hatch que é conhecido pela combinação de baixo preço e boa oferta de equipamentos de série.

Mas apesar de todas essas mudanças em 17 anos de mercado, o modelo conserva a mesma estrutura básica do início dos anos 2000. A plataforma é a PQ24, a mesma que era empregada no Polo de quarta geração, que é o avô do Polo atualmente fabricado no Brasil.

3 - Volkswagen Gol (2008)

O Volkswagen Gol lançado em 2008 representou a primeira grande ruptura tecnológica desde o lançamento do primeiro Gol, em 1980. Pela primeira vez o modelo era baseado em uma nova plataforma, que misturava elementos da base PQ24 com a mais atual PQ25.

Seguindo a linha do Fox, o modelo recebeu diversas atualizações mecânicas e no visual. Mas mantendo a mesma estrutura básica há 12 anos.

4 - Chevrolet Montana (2010)

A Chevrolet Montana de segunda geração surgiu em 2010. Baseada no Agile, surgiu com a proposta de substituir o bem-sucedido modelo de primeira geração, que era feito sobre a plataforma do Corsa.

Mas nunca atingiu o mesmo sucesso e acabou sendo deixada de lado pela montadora. Em uma década, segue quase o mesmo carro desde o seu lançamento. Inclusive ainda está equipado com o motor 1.4 SPE/4, uma geração atrás do mais recente SPE/4 ECO, usado atualmente em sua variação 1.0 nos Joy e Joy Plus.

5 - Fiat Uno (2010)

O Fiat Uno surgiu em 2010 como uma releitura contemporânea do carro original, mas feita sobre a mesma base do Palio da época. Chamou bastante atenção na época pelo visual incomum.

Apesar de ainda ter uma cara relativamente atual, o modelo acabou de completar uma década de presença no mercado brasileiro. 

Acompanhe as novidades do mundo automotivo pelo iCarros no:

Facebook (facebook.com/iCarros) Instagram (instagram.com/icarros_oficial) YouTube (youtube.com/icarros)


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR! COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS!

Siga e curta o Itapora news no Facebook 

Entre em contato com o Itaporã News 

Para falar com a equipe do Itaporã News, encaminhar fotos, denúncias e sugestões, entre em contato pelo WhatsApp (67) 9  9641 8820.