Apostar em dietas milagrosas para o verão pode causar danos à saúde

Nutricionista explica como perder peso de forma saudável e que seja possível sustentar por mais tempo, sem cair no efeito sanfona 

| R7 / SAúDE | HYSA CONRADO, DO R7


- Freepik
publicidade

A internet está repleta de dietas milagrosas que prometem uma perda rápida de peso em poucos dias. Este tipo de atalho ganha ainda mais destaque durante o verão, quando o desejo de alcançar o corpo dos sonhos se torna algo para já. Mas, apostar nessas receitas mirabolantes pode causar danos à saúde e até um efeito rebote.

A nutricionista Gabriela Cilla explica que o principal foco destas dietas é o déficit calórico, fator que proporciona uma rápida perda de peso. O problema, segundo a especialista, é quando o déficit é feito sem a orientação especializada e sem um cardápio adequado para as necessidades da pessoa.

“A primeira questão é que déficits feitos a longo prazo ou dietas restritivas, voltadas para um único macro ou micronutriente, diminui o poder oxidativo do corpo e isso acaba lesando a imunidade, alterando os hormônios tireoidianos, causando fadiga e cansaço extremo, além de alterações no humor', afirma a especialista.

A restrição severa sobre o consumo dos alimentos também pode resultar em episódios de compulsão, segundo Gabriela. “A compulsão pode ser desencadeada de uma maneira mais progressiva e depende de cada paciente, tem pessoas que seguem uma vida mais estressante e a restrição vai ter um caráter bem mais lesivo do que para outros'.

Seja a dieta do ovo ou do chá, nenhuma delas são possíveis de se manter a longo prazo, seja na rotina alimentar ou no resultado estético. Desta forma, o caminho que parece ser mais rápido acaba se transformando no chamado efeito sanfona, quando se vive o ciclo de engordar e emagrecer após o fim das dietas.

“A pessoa não consegue sustentar o desconfortável durante muito tempo. Então é muito mais inteligente fazer uma reeducação alimentar que seja voltada para o objetivo, do que simplesmente cortar os alimentos. As pessoas precisam ter prazer e a reeducação alimentar fornece isso de forma pontual e gradativa, o que a dieta restritiva não faz', ressalta Gabriela.

Antes de pensar em um corpo para o verão, é importante traçar metas para uma rotina alimentar que seja possível sustentar de maneira saudável durante todo o ano. Por isso, a nutricionista recomenda que a perda de peso seja feita de forma planejada.

“É importante que o paciente não deixe para a última hora, porque isso gera desespero e a pessoa acaba fazendo as coisas de maneira radical, respondendo ao imediatismo. A reeducação alimentar não é um processo imediato, mas é extremamente saboroso, a pessoa não passa necessidade nem restrição e vai curtir esse processo sem sofrer', ressalta Gabriela.

Para isso, é importante buscar a orientação de um nutricionista, que vai avaliar o histórico médico e as necessidades individuais de cada paciente e montar uma estratégia adequada a seus gostos e possibilidades. 

“Nenhum indivíduo é igual, então nenhuma dieta tem que ser padrão para todos, por isso a reeducação é um plano voltado para a individualidade e especificidade de cada paciente. Então, o meu conselho é que acreditem e realizem a reeducação alimentar', destaca Gabriela.



SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR! COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS!

Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do portal Itaporã news (67) 996418820

Curta nossa Fan Page e fique por dentro de tudo que acontece em Itaporã, Região, Brasil e Mundo!

Clique aqui e receba notícias do Itaporã News no seu WhatsApp!

Siga o Itaporã News no Youtube!

 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE