Empresário descobre que está morto ao tomar vacina da covid em Corumbá

Cartão do SUS foi cancelado e deixou o morador sem saber o que fazer

| TOP MíDIA NEWS/THIAGO DE SOUZA


Chico levou baita susto ao saber que estava morto - Crédito: Anderson Gallo - Diário Corumbaense
publicidade

O empresário Francisco Heraldo Cortez Júnior, 38 anos, levou um susto ao tomar a vacina contra a covid-19, em Corumbá. Ele foi informado que a documentação o dava como morto. 

Segundo o Diário Corumbaense, Chico, como é conhecido em Corumbá, foi ao drive thru, no Poliesportivo da Avenida Porto Carreiro. 

Ainda conforme o site, ele entregou a documentação exigida e notou demora na resposta. Em seguida, foi informado que o cartão do SUS foi cancelado, por motivo de óbito dele. 

“Pedi explicação, mas não deram, só pediram para eu ver o Número de Identificação Social (NIS) e então não pude tomar a dose de reforço. Acho que até desconfiaram de mim’’, contou o empresário. 

Chico foi às redes sociais e comentou o caso. Ele detalhou que a única explicação possível, é o fato de ter o mesmo nome do pai, mas com o acréscimo de ‘’júnior’’ no final. 

“Meu pai faleceu dois dias depois que tomei a primeira dose da Pfizer. Ele foi a óbito após complicações da covid, ficou mais de 50 dias internado’’, detalhou Francisco. 

Horas depois do caso ficar conhecido na cidade, a Secretaria de  Saúde de Corumbá chamou Francisco e o informou que o cartão dele foi reativado. O problema foi exatamente a semelhança do nome de pai e filho. 

'Houve um equívoco, mas os dados já foram corrigidos no sistema e o senhor Francisco pode ser vacinado. A Secretaria de Saúde pede desculpas pelo transtorno causado', disse a assessoria. 



Compartilhe Esta Notícia Com Os Seus Amigos!

Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do portal Itaporã news (67) 996418820

Curta nossa Fan Page e fique por dentro de tudo que acontece em Itaporã, Região, Brasil e Mundo!

Clique aqui e receba notícias do Itaporã News no seu WhatsApp!

Siga o Itaporã News no Youtube!

 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE