Plantio da soja é concluído dentro da melhor janela e cotações sobem em MS

| DOURADOSNEWS / ANDRé BENTO


De acordo com o mais recente boletim Casa Rural, de 24 de setembro a 19 de novembro foram semeados os 3,776 milhões de hectares estimados para este ciclo produtivo - Crédito: Hedio Fazan/ Dourados News
publicidade

O plantio da safra de soja 2021/2022 foi concluído em Mato Grosso do Sul. De acordo com o mais recente boletim Casa Rural, de 24 de setembro a 19 de novembro foram semeados os 3,776 milhões de hectares de área estimada para este ciclo produtivo.

Elaborado pelo Siga-MS (Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio), o documento credita às condições climáticas favoráveis o acelerado ritmo dos trabalhos, “favorecendo assim o encerramento dentro da melhor janela de plantio da soja no estado”.

A publicação divulgada por Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul) e Aprosoja-MS (Associação dos Produtores de Soja) informa ainda que o prognóstico climático “aponta chuva durante o período de desenvolvimento, no entanto, as estimativas ainda demonstram produtividade dentro da média dos últimos 5 anos”. 

As projeções atuais do agronegócio sul-mato-grossense estimam a colheita de 56,38 sacas por hectare, gerando uma expectativa de produção de 12,773 milhões de toneladas do grão.

Quanto às cotações da oleaginosa, o boletim Casa Rural revela valorização de 4,93% no preço médio da saca de 60 quilos entre 16 e 22 de novembro, comercializada a R$ 155,88 no período final da análise.

“No Mato Grosso do Sul a valorização no preço da soja refletiu o comportamento de alta no mercado internacional, valorização do dólar e a pouca disponibilidade do produto. O preço médio de novembro é de R$ 150,32/sc ao comparar com novembro de 2020 houve queda nominal de 9,18%, quando a oleaginosa havia sido cotada, em média, a R$ 165,52/sc”, detalha a publicação. 

Além de pontuar que “esse valor não significa que o produtor esteja realizando negociações neste preço, tendo em vista que a safra 2020/2021 falta pouco para ser comercializada e a nova safra registra comercialização gradativa”, o Siga-MS cita levantamento realizado pela Granos Corretora, segundo o qual  até 16 de novembro Mato Grosso do Sul já havia comercializado 33,20% da safra 2021/22, volume 21% inferior no comparativo com igual período de 2020 para o ciclo produtivo anterior.



SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR! COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS!

Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do portal Itaporã news (67) 996418820

Curta nossa Fan Page e fique por dentro de tudo que acontece em Itaporã, Região, Brasil e Mundo!

Clique aqui e receba notícias do Itaporã News no seu WhatsApp!

Siga o Itaporã News no Youtube!