Decisão da UE de vetar o agro brasileiro pode impactar a soja?

Para o presidente da Anec, a Moratória da Soja, programa que fiscaliza a comercialização do grão, é o mais rigoroso do mundo

| CANAL RURAL


publicidade

A comissão da União Europeia (UE) anunciou na semana passada que deve proibir a importação de produtos do agro ligados ao desmatamento ilegal e à degradação florestal. A soja, que nos dez primeiros meses de 2021 teve 81,9 milhões de toneladas exportadas, está na lista de produtos vetados.

No ano de 2006, o Greenpeace publicou um relatório que mostrava um avanço na produção de soja na região da Amazônia como promotora de desmatamento. Na época, o setor recebeu acusações da sociedade civil e do mercado internacional. Esse movimento pressionou as tradings para que implementassem medidas de sustentabilidade.

Em 24 de julho de 2006, a Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove) e a Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec) se comprometeram a não comprar soja que viesse de áreas com registros de desmatamento dentro da Amazônia Legal. O pacto ficou conhecido como Moratória da Soja.

De acordo com Sérgio Mendes, presidente da Anec, essa medida da União Europeia não deve impactar a cultura, pois o setor já pratica de forma rigorosa a Moratória da Soja. “Eu não vejo outro programa no mundo mais sério do que o nosso. É feita visualização através de satélite, depois visita local e auditoria em cima da empresa', comenta.

A Moratória da Soja foi considerada pela revista BioScience, da Oxford Academic, um programa com credibilidade para o desmatamento ilegal. “Para a Oxford achar que é um programa sério é porque é sério de fato. E tem todo esse tempo de vida'.

Os representantes do programa se reúnem mensalmente com ONGs internacionais interessadas no assunto. “E quando se revela alguma coisa, se vai lá [fiscalizar] pessoalmente. Além disso, as empresas nossas têm que apresentar uma auditoria todos os anos provando que em nenhum momento alguém comprou de produtor que tenha desmatado', finaliza.



Compartilhe Esta Notícia Com Os Seus Amigos!

Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do portal Itaporã news (67) 996418820

Curta nossa Fan Page e fique por dentro de tudo que acontece em Itaporã, Região, Brasil e Mundo!

Clique aqui e receba notícias do Itaporã News no seu WhatsApp!

Siga o Itaporã News no Youtube!

 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE