Com apoio brasileiro, Paraguai faz nova investida contra roças de maconha

Operação Nova Aliança ataca cultivos da droga nos arredores de Pedro Juan Caballero

| HELIO DE FREITAS, DE DOURADOS / CAMPO GRANDE NEWS


Acampamento usado por plantadores de maconha, destruído em operação (Foto: Senad)
publicidade

O Paraguai iniciou nesta semana nova fase da Operação Nova Aliança, para combater o cultivo de maconha na faixa de fronteira com Mato Grosso do Sul. A região é a maior produtora da droga nas Américas e o país vizinho divide com o Marrocos o título de campeã mundial da maconha.

Com apoio de helicópteros da Polícia Federal brasileira, a ação ocorre nos arredores de Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia vizinha de Ponta Porã (MS), a 323 km de Campo Grande.

A operação é coordenada pela Senad (Secretaria Nacional Antidrogas), a agência paraguaia de combate às drogas, treinada e equipada pela DEA, dos Estados Unidos. Promotores de Justiça da força-tarefa de luta contra o narcotráfico participam das ações.

Conforme a assessoria de comunicação da Senad, estão sendo feitas incursões aéreas e terrestres para localizar os cultivos de maconha no meio do mato e os acampamentos usados para picar, secar e embalar a droga destinada depois aos centros consumidores brasileiros, tendo Mato Grosso do Sul como rota.

A operação deve durar vários dias. Nos dois primeiros dias foram destruídos 43 hectares de plantações de maconha, 50 mil quilos da droga pronta e localizados 34 acampamentos, também destruídos.

Estimativa da Senad aponta que nas primeiras ações foram destruídas 179 toneladas de maconha, implicando prejuízo de 5,3 milhões de dólares aos narcotraficantes.



SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR! COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS!

Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do portal Itaporã News! 

Curta nossa Fan Page e fique por dentro de tudo que acontece em Itaporã, Região, Brasil e Mundo!

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real

Siga o Itaporã News no Youtube!

 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE