Prefeito se recusa a acabar com toque de recolher em Corumbá

'Ainda não é hora de abrir tudo', defende Marcelo Iunes

| TOP MíDIA NEWS/VINíCIUS SQUINELO


Prefeito, em evento de aniversário da cidade ontem - Crédito: Anderson Gallo/Diário Corumbaense
publicidade

O prefeito de Corumbá Marcelo Iunes lamentou as 464 mortes em consequência da covid-19 registradas no município desde o início da pandemia da covid-19, mas ressalta o trabalho para conter o avanço do vírus. Ele, inclusive, mantém o toque de recolher na cidade pantaneira.

“Investimentos foram feitos na Santa Casa e serão permanentes, para atender a população. Acredito que estamos entrando na pós-pandemia, onde poderemos voltar à normalidade. Restringimos quando tivemos que fazer, mas não fechamos o comércio e estamos conseguindo enfrentar a pandemia. Que Corumbá não pare de crescer e continue no caminho do progresso”, afirmou.

Em relação ao toque de recolher, que vigora por tempo indeterminado na cidade, da meia-noite às 05h, o prefeito disse ao Diário Corumbaense que “por enquanto, o toque de recolher permanece em Corumbá, não é hora de abrir tudo, vamos passo a passo. Nossas equipes seguem acompanhando e até outubro queremos atingir 100% a vacinação da nossa população, mas o toque de recolher permanece”, esclareceu Iunes.

O Governo do Estado suspendeu o toque de recolher, mas os municípios têm autonomia para decidir pela manutenção da restrição de circulação e outras medidas de biossegurança de acordo com a realidade local. 

Atualmente, Corumbá está classificada na bandeira amarela do programa Prosseguir, com grau tolerável para a covid-19. (com informações do site Diário Corumbaense)



Compartilhe Esta Notícia Com Os Seus Amigos!

Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do portal Itaporã news (67) 996418820

Curta nossa Fan Page e fique por dentro de tudo que acontece em Itaporã, Região, Brasil e Mundo!

Clique aqui e receba notícias do Itaporã News no seu WhatsApp!

 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE