FAB alega segurança e não identificará piloto que caiu com avião de caça

| VIVIANE OLIVEIRA / CAMPO GRANDE NEWS


Militares no local onde o avião caiu, por volta das 11h de ontem. (Foto: Henrique Kawaminami)
publicidade

O piloto do caça A-29, conhecido como Super Tucano, que caiu após pane no fim da manhã de ontem (13), durante voo de treinamento, não será identificado. Ele faz parte do Esquadrão Flecha e, segundo a FAB (Força Aérea Brasileira), será preservado por 'segurança', já que é um dos militares que atuam no combate ao tráfico de drogas na fronteira e na interceptação de aeronave suspeita.

Os pilotos de caça não são identificados nem em vídeos institucionais. Em agosto deste ano, um deles foi entrevistado por equipe de reportagem do site da FAB. Dentre outros militares, foi o único a aparecer de óculos escuros e de máscara. A imagem também não mostra o nome, nem a patente dele, em razão do sigilo. Ao contrário dos outros militares que dão entrevista e são identificados. Assista ao vídeo abaixo.

No começo deste mês, a FAB interceptou um avião de pequeno porte, que entrou no espaço aéreo brasileiro sem autorização, no norte do Mato Grosso, com 296,25 quilos de cocaína, avaliados em mais de R$ 7 milhões. Para o procedimento, os pilotos utilizam metralhadoras ponto 50 (12,7 mm). A aeronave, que não tinha plano de voo e entrou no Brasil pela fronteira da Bolívia, fez pouso forçado em Brasnorte (MT), depois de ser atingido a tiros pelo caça. O traficante conseguiu fugir.

Caso - A aeronave em pane caiu por volta das 11h da manhã de ontem (13), numa plantação localizada em fazenda no Anel Viário, nos fundos do Coophavilla II. O piloto da aeronave militar ejetou-se antes da queda, foi resgatado por um helicóptero do Esquadrão Pelicano e passa bem.

Na manhã desta terça-feira (14), peritos do Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos) estão em Campo Grande, analisando o que provocou a queda. Os militares montaram acampamento na área para evitar a entrada de civis e preservar o ponto de choque, assim como as condições do que sobrou do avião, que se partiu em 3 pedaços, com peças espalhadas pela propriedade rural.



Compartilhe Esta Notícia Com Os Seus Amigos!

Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do portal Itaporã news (67) 996418820

Curta nossa Fan Page e fique por dentro de tudo que acontece em Itaporã, Região, Brasil e Mundo!

Clique aqui e receba notícias do Itaporã News no seu WhatsApp!

 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE