Tereza Cristina diz que preço de arroz teve 'ligeira queda' e vai cair mais com safra em janeiro


publicidade

Por Ricardo Brito

BRASÍLIA (Reuters) - A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, afirmou nesta quinta-feira que o preço do arroz no país teve uma 'ligeira queda' após a decisão do governo de retirar o imposto de importação sobre o insumo agrícola, e previu uma queda ainda maior com a nova safra em janeiro.

Tereza deu a resposta ao ser questionada pelo presidente Jair Bolsonaro, durante a tradicional live semanal nas redes sociais, sobre o motivo de o preço do arroz ter subido bastante.

A ministra explicou que o preço esteve 'muito baixo' nos últimos anos e o governo chegou a fazer um plano de recuperação do insumo com abertura de mercados, mas então veio a pandemia do novo coronavírus.

Segundo a ministra, alguns fatores como o fato de não ter havido entrada do produto do Paraguai, o aumento do consumo durante a pandemia e até o auxílio emergencial influenciaram no preço.

'Agora vamos ter a nova safra de arroz chegando em janeiro e aí os preços vão reduzir', disse ela.

Durante a transmissão, Bolsonaro destacou a atuação do agronegócio como responsável por manter a economia brasileira durante a pandemia.



SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR! COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS!

Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do portal Itaporã News! 

Curta nossa Fan Page e fique por dentro de tudo que acontece em Itaporã, Região, Brasil e Mundo!

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real

Siga o Itaporã News no Youtube!

 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE