Milho: com oferta restrita, valorização segue no mercado interno

Segundo o analista de Safras & Mercado, de maneira geral, os produtores seguem apostando na retenção como estratégia recorrente

| CANAL RURAL/POR AGêNCIA SAFRAS


publicidade

Foto: Renata Silva/ Embrapa Rondônia

O mercado brasileiro de milho manteve o quadro de preços firmes nesta terça-feira, com volume apenas pontual de negócios. Segundo o analista de Safras & Mercado Fernando Henrique Iglesias, de maneira geral, os produtores seguem apostando na retenção como estratégia recorrente.

“A movimentação cambial e o risco climático têm grande peso sobre essa decisão de venda. Nesse cenário, o movimento dos preços permanece agressivo país afora, com consistentes altas”, afirma Iglesias.

No Porto de Santos, o preço ficou em R$ 80/81 a saca. No Porto de Paranaguá (PR), o valor chegou a R$ 79/80 a saca.

No Paraná, a cotação ficou em R$ 75/77 a saca em Cascavel. Em São Paulo, o preço foi de R$ 79,/82 na Mogiana. Em Campinas CIF, o valor pago chegou a R$ 83,50/84,50 a saca.

No Rio Grande do Sul, o preço ficou em R$ 79/80 a saca em Erechim. Em Minas Gerais, a cotação foi de R$ 72/75 a saca em Uberlândia. Em Goiás, o preço esteve em R$ 71,50 – R$ 73 a saca em Rio Verde – CIF. Em Mato Grosso, o preço ficou a R$ 68,50/70 a saca em Rondonópolis.



SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR! COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS!

Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do portal Itaporã news (67) 996418820

Curta nossa Fan Page e fique por dentro de tudo que acontece em Itaporã, Região, Brasil e Mundo!

Clique aqui e receba notícias do Itaporã News no seu WhatsApp!

Siga o Itaporã News no Youtube!

 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE