‘China vai superar México e Japão como maior importador de milho do mundo’

De acordo com o analista de mercado Marcos Araújo, o cenário é reflexo da recuperação do rebanho chinês após surto da Peste Suína Africana

| CANAL RURAL/POR CANAL RURAL


publicidade

Segundo dados do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) as compras chinesas de milho americano para entrega no ano comercial 2020/2021 estão em cerca de 10 milhões de toneladas. No mesmo período do ano passado o volume era de 59 mil toneladas.

A demanda chinesa por milho levou a consultoria a Agrinvest Commodities a afirmar que a China vai ser a maior importadora de milho do mundo.

“Isso tudo é um reflexo da recuperação do rebanho na China após a Peste Suína Africana. O governo chinês tem feito leilões dos estoques e hoje, já estão no menor nível e o governo vai precisar recompor o seu estoque, demandando ainda mais o cereal', explica o analista de mercado Marcos Araújo. 

Milho brasileiro

Ainda de acordo com o especialista, o Brasil pode sim ser beneficiado neste cenário. “Ainda existem algumas barreiras sanitárias para serem superadas e isso requer um alinhamento do Ministério da Agricultura do Brasil com a China. Além disso, apesar dos Estados Unidos estarem focados no país asiático, os norte-americanos não possuem estratégias de escoamento para demandar também para o mercado de milho', afirma. 



SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR! COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS!

Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do portal Itaporã News! 

Curta nossa Fan Page e fique por dentro de tudo que acontece em Itaporã, Região, Brasil e Mundo!

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real

Siga o Itaporã News no Youtube!

 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE