Instituto Ranking tem pesquisa eleitoral impugnada e deve ser alvo de investigação

| LIGADO NA NOTíCIA


publicidade

O Instituto Ranking, de pesquisa eleitoral, localizada em Campo Grande, está sendo um dos assuntos mais comentado nas eleições 2020, isso porque os dados apresentados têm sido questionados por apoiadores dos candidatos a prefeito de alguns municípios de Mato Grosso do Sul.

E é justamente essa dúvida nos números que fez com que a pesquisa eleitoral divulgada na manhã de ontem (22), em Bonito, fosse impugnada pelo candidato a prefeito do município, Josmail Rodrigues (PSB), em 16/10/2020, um dia após o Registro.

O processo no TSE é de número 0600181-19.2020.6.12. 0030, e segundo o site Bonito Informa, será objeto de investigação eleitoral, já que a pesquisa possui “inúmeras irregularidades e está em total desacordo com a legislação eleitoral vigente'.

Na semana passada, no dia 16, o Instituto Ranking soltou uma pesquisa em Dourados avaliando o cenário político para prefeito, e a mesma, indicou o então deputado estadual, Barbosinha (DEM), como o favorito para ocupar a prefeitura.

A pesquisa foi registrada no TSE com o número: MS-06840/2020 e realizada entre os dias 12 e 14 de outubro com 500 eleitores a partir dos 16 anos. O intervalo de confiança é de 95% e margem máxima de erro calculada de 4.4% para mais ou para menos.

Às entrevistas foram feitas com moradores com base nos mais recentes dados do IBGE/TSE, e envolveu os sete nomes dos postulantes ao Executivo: Alan Guedes (PP), Barbosinha (DEM), Jeferson Bezerra (PMN), João Carlos (PT), Mauro Thronicke (PSL), Racib Harb (Republicanos) e Wilson Matos (PTB).

Na espontânea, segundo a pesquisa, o candidato democrata Barbosinha, apareceu com 27% e estaria liderando o pleito com folga. Já o progressista Alan Guedes, teve 7,60%, Wilson Matos 5,80%, Hacib Harb 3,20%, Jéferson Bezerra 2,40% e João Carlos, 1,20%. Outros citados somaram 1%. Branco, nulo, indeciso, não sabem ou não responderam somaram 51,80%.

Em consulta estimulada, na qual o entrevistador mostra os nomes dos sete candidatos, o Instituto Ranking colheu dados que mostram ampla vantagem do candidato Barbosinha com 45,20%. Na sequência foram citados Alan Guedes (PP), com 15%, Wilson Matos 7,20%, Hacib Harb 4%, Professor João Carlos 3,40%, Jéferson Bezerra 3,20% e Mauro Thronicke, 1,20%. Branco, nulo, indeciso, não sabem ou não responderam somaram 20,80%.

Outro dado apresentado pelo Instituto e que chama atenção, é o índice de rejeição de alguns candidatos. Mesmo sendo lembrado nas redes sociais como o parlamentar que “votou contra os professores' na Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul), Barbosinha teria apenas 6,40% [de rejeição].

Enquanto Alan Guedes, 10,80%, Mauro Thonicke 8,60%, João Carlos 5%, Hacib Harb 4,40%, Wilson Matos 3,80% e Jeferson Bezerra 3%. Brancos, nulos, indecisos e os que não sabem e não responderam 58%.

A reportagem do site Ligado Na Notícia tentou contato com o Instituto Ranking na manhã desta sexta-feira (23), porém até o fechamento deste texto, não obteve retorno.


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR! COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS!

Siga e curta o Itapora news no Facebook 

Entre em contato com o Itaporã News 

Para falar com a equipe do Itaporã News, encaminhar fotos, denúncias e sugestões, entre em contato pelo WhatsApp (67) 9  9641 8820.