Itaporaense que atropelou indígena alega que fugiu por medo de sofrer represálias

Em depoimento o autor disse que no primeiro momento ele teria se mantido parado, mas decidiu deixar o local do acidente após o veículo ser atingido possivelmente por uma pedra ou pedaço de madeira.

| REDACAO ITAPORA NEWS


Crédito: Osvaldo Duarte/ Dourados News.
publicidade

O acidente aconteceu nesta quinta-feira (17), o condutor morador de Itaporã, um homem de 38 anos, voltava de Dourados quando atropelou e matou o ciclista, Gleison Ortiz Benites de 18 anos.

Durante a noite o autor se apresentou juntamente com um advogado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), e prestou depoimento ao delegado no 1º Distrito Policial de Dourados.

Segundo informações do site Dourados News, o itaporaense disse que deixou o local do impacto por medo de sofrer represálias após seu carro ser atingido por um objeto.

Ainda o motorista do VW Gol, contou que seguia pelo prolongamento da avenida Presidente Vargas, sentido Itaporã, e o jovem acabou atravessado na sua frente, não havendo tempo de impedir o acidente.

Em depoimento o autor disse que no primeiro momento ele teria se mantido parado, mas decidiu deixar o local do acidente após o veículo ser atingido possivelmente por uma pedra ou pedaço de madeira.

A vítima era um indígena, o mesmo estava de bicicleta e retornava do trabalho para casa. O jovem não resistiu aos ferimentos e morreu no local, antes da chegada das equipes de resgate.



Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do portal Itaporã news (67) 996418820

Curta nossa Fan Page e fique por dentro de tudo que acontece em Itaporã, Região, Brasil e Mundo!

Clique aqui e receba notícias do Itaporã News no seu WhatsApp!

 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE