Palmeiras segue vivo no Paulistão ao fazer 1 a 0 no Santo André

| FABIO HECICO / CAMPO GRANDE NEWS


Jogadores comemorando a vitória em campo. (Foto: PalmeirasFC)
publicidade

O Palmeiras ainda tem chances de se garantir nas quartas de final do Campeonato Paulista. Mesmo a contragosto, pois aumentará a lista de partidas em sua já desgastante maratona. O time renasceu com vitória sobre o Santo André por 1 a 0, neste domingo, no estádio do Canindé, em São Paulo, mesmo em jogo ruim, combinada com derrota do Novorizontino diante do Guarani. Restando duas rodadas, a diferença caiu para três pontos. O próximo jogo no Estadual é o clássico contra o Santos, nesta quinta-feira, e uma vitória combinada novamente com derrota do Novorizontino, que enfrenta o Botafogo-SP, colocaria o atual campeão na zona de classificação. Matematicamente o Palmeiras ressurgiu no Estadual. Justamente após seus dirigentes e integrantes da comissão técnica dizerem que uma eliminação não seria vexame. Como são os meninos quem estão disputando o Estadual,

Diante do Santo André, por exemplo, um olheiro da CBF estava no estádio do Canindé para observar quem pode ser chamado à seleção de base no futuro. Deve ter se decepcionado num jogo sonolento e com poucas chances de gol. Mais uma vez o técnico português Abel Ferreira optou por sua terceira escalação, mostrando não estar 'nem aí' com o Estadual. A meta no Canindé era treinar a molecada da base, independentemente do resultado. Nada menos que oito crias palmeirenses figuravam na escalação. Jailson, que voltou a ganhar uma chance no gol, o lateral-esquerdo uruguaio Matías Viña, ainda suspenso na Copa Libertadores, e Gustavo Scarpa completaram a equipe.

Com uma escalação diferente e pouco treino, os passes equivocados deram a tônica do primeiro tempo palmeirense. Sem criatividade, nada de a bola chegar para Giovani e Rafael Elias no ataque. Justamente um setor no qual Abel Ferreira queria observar pelas lesões de Wesley, Breno Lopes e Gabriel Veron. Por outro lado, Jailson também não trabalhou muito no gol. A partida era bem ruim, com as equipes maltratando a bola com chutões e sem nada de criativo. Se de um lado estava um Palmeiras desentrosado e com pensamento na Libertadores, do outro figurava um Santo André bem diferente de 2020. No ano passado, o clube do ABC deu trabalho, andando entre os melhores até a parada pela pandemia do novo coronavírus. Agora vinha de sete jogos sem vitórias e brigando contra a queda. A carência de técnica tornou o encontro uma verdadeira pelada. A prova veio no gol de Gustavo Scarpa. Chutão de Gabriel Menino, dividida pelo alto de Giovani e sobra para o meia abrir o marcador. Em pobres 45 minutos e decepcionante apresentação do Palmeiras, o zero saiu do placar em lance casual.

A vantagem podia, até ser maior caso o árbitro marcasse pênalti em saída perigosa e pé bem alto do goleiro Fernando Henrique em Rafael Elias. O VAR não avaliou o ato como faltoso. Mesmo produzindo pouco, o Palmeiras foi melhor que o adversário, caminhando para a queda. Abel Ferreira resolveu descansar Gustavo Scarpa após o intervalo já pensando em uma opção no reencontro com o Defensa y Justicia, algoz da Recopa Sul-Americana, pela terceira rodada da Libertadores, em Buenos Aires, nesta terça-feira. O meia é uma boa arma para o decorrer do jogo com os argentinos. Curiosamente, o Palmeiras que já não fazia um bom papel, desapareceu na partida após a troca. E o Santo André cresceu e pressionou. Não fosse Jailson e o placar seria igualado. Fez defesa arrojada no chutaço de Ramon. O placar ficou indefinido até o último lance, mas o Palmeiras soube segurar a importante vitória que o leva aos 15 pontos, diante de 18 do Novorizontino. O Red Bull Bragantino, com 22, já está classificado e não pode ser alcançado.



Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do portal Itaporã news (67) 996418820

Curta nossa Fan Page e fique por dentro de tudo que acontece em Itaporã, Região, Brasil e Mundo!

Clique aqui e receba notícias do Itaporã News no seu WhatsApp!

 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE