Por 7x4, Câmara abre processo de impeachment contra prefeito de Ribas

João Alfredo, do PSOL, é suspeito de improbidade administrativa em contrato com clínica médica

| TOP MíDIA NEWS/THIAGO DE SOUZA


Crédito: Reprodução Facebook
publicidade

Com o voto de sete vereadores, a Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo instaurou, nesta terça-feira (6), comissão processante, para investigar o prefeito João Alfredo, do PSOL. Ele é suspeito de improbidade administrativa. 

Segundo o Rio Pardo News, na sessão, os vereadores Nego da Borracharia (PSD), Anderson Arry (PSDB), Edervânia Malta (DEM), Tânia Ferreira (SDD), Ataíde Feliciano (PSC), Cascãozinho (PSC) e Tiago do Zico (PSDB), votaram a favor do processo. 

Já os parlamentares Pastor Isac (PTB), Luiz do Sindicato (MDB), Paulo da Pax (DEM) e Missionária Rose (PSOL) foram contra aceitar a denúncia. 

A comissão processante será integrada por Luiz do Sindicato, Tânia e Ataíde. Após sorteio, a vereadora Tânia Ferreira (SDD) assumiu a presidência da Comissão Processante e o vereador Luiz do Sindicato será o relator, com Ataíde Feliciano (PSC) como membro.

A suspeita levantada pelos vereadores é que João Alfredo tenha cometido improbidade administrativa ao executar contrato municipal com uma clínica médica. 

O espaço está aberto ao prefeito. 



Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do portal Itaporã news (67) 996418820

Curta nossa página: https://www.facebook.com

Clique aqui e receba notícias do Itaporã News no seu WhatsApp!

 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE