Projeto de Lei de proteção ao ciclista começa a tramitar na Assembleia 

| DOURADOSNEWS / DA REDAçãO


publicidade

Proposta levanta o alerta para a quantidade de ciclistas vítimas de acidentes no Estado, a data escolhida é o dia 10 de março, em homenagem à estudante de direito, Emanuelle Aleixo Gorski (21) que faleceu após um acidente no último 10 de março.

Com o objetivo de promover a proteção ao ciclista, mobilizar o governo para ampliação da malha cicloviária e incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte, lazer e atividade física, foi apresentado, por iniciativa do  deputado estadual Renato Câmara (MDB), na manhã desta terça-feira (06) o Projeto de Lei 76 de 2021, que institui em todo o Mato Grosso do Sul o Dia Estadual de Conscientização e Proteção ao Ciclista.

A data escolhida, que deverá integrar o calendário oficial do Estado, foi o dia 10 de março, em homenagem a jovem estudante de direito, Emanuelle Aleixo Gorski (21), que faleceu após um acidente na região do Parque dos Poderes, em Campo Grande, enquanto andava de bicicleta na noite de 10 de março deste ano.

A morte da estudante de direito causou grande comoção social em todo o Estado e trouxe o alerta para os riscos aos ciclistas.

Números da Abramet (Associação Brasileira de Medicina de Tráfego), apontam que nos últimos dez anos, 452 ciclistas morreram em acidentes no Mato Grosso do Sul, colocando o Estado na 7ª posição em número de óbitos de ciclistas por atropelamento no país.

De acordo com Renato Câmara, a data visa sensibilizar gestores públicos, empreendedores e a sociedade para apoiar os movimentos de cicloativismo e a mobilização em prol da afirmação da bicicleta como modal integrado no sistema de transporte. Além disso, incentivar a prática do ciclismo e de desenvolver políticas públicas para a segurança do ciclista dentro das cidades.

“Durante as comemorações o Estado e a sociedade devem unir forças para promover palestras educativas, simpósios, seminários, fóruns, oficinas, feiras, divulgação na mídia, boletins informativos entre outras atividades que atuem na conscientização e proteção dos ciclistas”, afirma o deputado.

Renato ressalta, também, a relevância da bicicleta como um veículo de propulsão humana, altamente eficiente, ecologicamente sustentável e muito útil, que permite deslocamentos diários a custos muito baixos.

Atualmente a bicicleta tem conquistado cada vez mais espaço como prática esportiva e lazer, além de ser uma opção como forma de manutenção de qualidade de vida e saúde.

O Projeto de Lei foi apresentado durante sessão parlamentar na manhã de terça-feira e segue em tramitação na Casa de Leis.



Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do portal Itaporã news (67) 996418820

Curta nossa página: https://www.facebook.com

Clique aqui e receba notícias do Itaporã News no seu WhatsApp!

 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE