Peixe engole San Lorenzo e fica próximo da classificação à fase de grupos da Libertadores

Santos pode até perder por um gol de diferença no duelo de volta, semana que vem

| AGORA/LUíS ANDRé ROSA


Angelo comemora o seu gol, o terceiro do Peixe na vitória sobre o San Lorenzo, em Buenos Aires; aos 16 anos, atacante se torna o jogador mais jovem a anotar um tento na história da Libertadores - Natacha Pisarenko/Pool via REUTERS
publicidade

O Santos derrotou o Santos Lorenzo, por 3 a 1, em Buenos Aires, e ficou com a mão na vaga à fase de grupos da Copa Libertadores. Com a vantagem, na próxima terça-feira (13), no estádio Mané Garrincha, em Brasília, o Peixe pode perder por um gol de diferença.

Desde que a bola começou a rolar, o Peixe teve total controle das ações que nem parecia que a apresentação acontecia no estádio Nuevo Gasometro.

Com a marcação adiantada, paciência na troca de passes e rapidez com os garotos da frente, Gabriel Pirani, Lucas Braga e Marcos Leonardo, os santistas encurralaram os donos de casa e logo abriram o marcador.

No lançamento pela esquerda, aos 7min, Lucas Braga invadiu a área, driblou facilmente Palacios, chutou cruzado e abriu o placar.

O tento fez aumentar o apetite do Alvinegro, que seguiu em cima do adversário, mas com inteligência, sem pressa e à espera de um bote para conseguir ampliar o marcador.

Quando o San Lorenzo tentou levar perigo, isso ocorreu em bolas alçadas, mas a defesa deu conta dos chuveirinhos sem sustos.

A paciência nos toques de bola funcionou, enfim, no final da primeira etapa. Pela direita do ataque, Gabriel Pirani lançou e deixou Marcos Leonardo cara a cara com o goleiro Devecchi, que, ao ser driblado pelo rival, cometeu a penalidade.

Experiente, Marinho, que não jogava havia 65 dias, aos 46min, bateu firme no canto direito do goleiro argentino e ampliou para 2 a 0.

Era um jogo que não deveria ter tantos sustos, mas os santistas deixaram o San Lorenzo crescer a partir da metade do segundo tempo e foi um tormento.

Logo após o gol do ex-corintiano Ángel Romero, aos 27min, o Santos flertou com o perigo e foi um sufoco para segurar o empate.

Como não igualou, o San Lorenzo levou o castigo no contragolpe, que terminou no gol do garoto Angelo, 16 anos, que definiu o 3 a 1.

O feito do garoto é histórico. Ele se tornou o jogador mais jovem a balançar a rede na história da Copa Libertadores.



Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do portal Itaporã news (67) 996418820

Curta nossa página: https://www.facebook.com

Clique aqui e receba notícias do Itaporã News no seu WhatsApp!

 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE