Volkswagen Trinity será totalmente autônomo e trará realidade aumentada

Chefão da Volkswagen publicou projeção do Trinity e de futuro caminhão elétrico e autônomo da MAN. Nova fase do grupo terá plataforma para carros autônomos

| JORNAL O CARRO


VW Trinity focará no conforto e tecnologia da cabine / Crédito: Reprodução/LinkedIn
publicidade

Depois da Volkswagen lançar um teaser sobre o conceito autônomo Trinity, Hebert Diess, o presidente do grupo, resolveu antecipar quais serão os próximos passos do grupo rumo à eletrificação e automação.

“O futuro será elétrico, digital e autônomo”, assim começaram as revelações de Diess em uma postagem no LinkedIn. Em primeiro lugar, ele contou que o projeto Trinity mudará o design da Volkswagen e ditará o visual dos futuros modelos da montadora.

O foco, portanto, será no interior do veículo. Dessa forma, ele reforça que o modelo disponibilizará o nível de condução autônoma do nível 4. De acordo com Hebert, o habitáculo será um lugar no qual as pessoas poderão trabalhar, brincar, comer e passar tempo com sua família.

Junto à postagem, um esboço nos antecipa como será o interior do Trinity. Com espaço para quatro ocupantes, o habitáculo adota um design minimalista e parece trazer bancos confortáveis. No painel do veículo, não há volante, pedais, manopla de câmbio, central multimídia ou painel de controle.

De acordo com o esboço, a mulher que está no banco do motorista parece conversar com uma pessoa por meio de uma holografia, ou até realidade aumentada.

Assim, essa tecnologia está presente também nos bancos de trás. Em vez de duas telas multimídia dispostas de frente aos passageiros, há duas projeções holográficas. Uma delas parece ser de um jogo, enquanto a segunda é um desenho animado.

Com previsão de lançamento em 2026, o modelo, inicialmente, terá autonomia no nível 2+. Ao longo do tempo, no entanto, atingirá o nível 4, promete a marca.

Na mesma publicação, o chefão do Grupo ainda publicou o esboço do Trinity de perfil. Apresentando um teto baixo, visual futurista e linhas neons, o modelo parece terá um visual cupê.

Pela imagem, parece que um único e extenso filete em LED cumprirá o papel da lanterna. Além disso, parece que o elétrico não trará maçanetas físicas. Em seu lugar, há uma faixa em LED.

Até 2030, a intenção do Grupo é produzir 80% de seus novos modelos na futura plataforma Scalable System Platform (SSP). Ela substituirá a atual plataforma MEB e será a base de veículos elétricos que comportem níveis maiores de condução autônoma.

Os primeiros a saírem da SSP serão o Projeto Artemis da Audi, com estreia prevista para 2025, seguido pelo Projeto Trinity, em 2026. Posteriormente, um SUV elétrico e autônomo conhecido internamente como projeto Apollo também será produzido sobre a nova plataforma.

A divisão de caminhões da Volkswagen, a MAN, também oferecerá seu primeiro modelo elétrico e autônomo. Diferente dos caminhões usuais, o desenho apresenta um veículo sem a cabine do motorista.

Embora sua proposta ofereça condução autônoma, ele concorrerá com o Tesla Semi. Por sua vez, o caminhão elétrico e semiautônomo de Elon Musk chegará ao mercado até o fim de 2021.

Veja vídeos de testes de carros e motos, lançamentos, panoramas, análises, entrevistas e o que acontece no mundo automotivo em outros países!



Envie sugestões de notícias para o WhatsApp do portal Itaporã news (67) 996418820

Curta nossa página: https://www.facebook.com

Clique aqui e receba notícias do Itaporã News no seu WhatsApp!

 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE